Música
10..Fevereiro
CARGA DE OMBRO
SAMUEL ÚRIA
Sábado_21h30
CINE-TEATRO AVENIDA

Nascido no decote da nação, entre o Caramulo e a Estrela, Úria leva para os palcos o blues do Delta do Dão. De lenda rural para lenda urbana, tudo está certo: meio homem meio gospel, mãos de fado e pés de roque enrole.
Com uma proveniência marcada pelo punk, pelo rock’n’roll e pela estética low-fi, Samuel Úria tem ganho notoriedade desde 2008, altura em que, entre edições caseiras e concertos em que apenas se acompanhava pela guitarra acústica, se nos deu a conhecer. Singular na língua materna, singular nas melodias e singular na relação com o público, aos poucos se gerou o culto e assomou a expectativa, consagrando Samuel Úria como o mais interessante cantautor do século XXI português.

No final de 2016, as habituais listas de “melhores do ano”, colocaram “Carga de Ombro” nos lugares cimeiros do que melhor e mais interessante se vai produzindo. As crónicas que passa a assinar às quartas para o SAPO tornam-se leitura obrigatória. Já em 2017, o vídeo de animação para o tema “É Preciso Que Eu Diminua” realizado por Pedro Serrazina ganha o prémio da Monstra.

Da “estrada”, de destacar a produção apresentada em Maio passado no Teatro Tivoli em que, perante uma sala lotada, Samuel levou a palco amigos como Ana Moura, Manuela Azevedo, Golden Slumbers ou Manel Cruz.

Entrada: €10,00