Música
4..Novembro
The Other Side
Tord Gustavsen Trio
5ª Feira_21h30
Cine-Teatro Avenida

Tord Gustavsen é um dos mais prestigiados pianistas e compositores de jazz noruegueses. The Other Side (2018), o seu último álbum, convida a uma viagem pela sensualidade dos nordic blues e representa o regresso ao trio instrumental, formação que apaixonou o público nos primeiros anos da sua carreira e que levou a sua música a países como EUA, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Austrália, Brasil, Japão, Coreia, Turquia, Itália, Espanha, Portugal e Polónia.
Estreia-se em 2003 com Changing Places, primeiro de três álbuns em trio editados pela lendária editora ECM Records. A trilogia – que conta ainda com The Ground (2005) e Being There (2007) – serve de carta de apresentação ao som de Tord Gustavsen: inovador e futurista no que respeita à liberdade musical e inventividade, retendo simultaneamente uma ligação à serenidade e quietude das paisagens escandinavas, de onde Tord é originário. Pelos três álbuns, o grupo é distinguido com o prestigiado prémio Nattjazz.
Em 2009, Tord Gustavsen assume uma nova formação, o quarteto – com Tore Brunborg nos saxophones, Mats Eilertsen no baixo e Jarle Vespestad na bateria – e edita um novo trabalho, Restored, Returned (2009). O álbum é um verdadeiro sucesso, sendo galardoado com o prestigiado prémio Spellemannsprisen, o Grammy norueguês. Ainda nesta formação lança o aclamado The Well (2012) – incluído recentemente na lista dos 50 clássicos imperdíveis da ECM – e Extended Circle (2014), dois trabalhos que trazem novas dinâmicas e cores ao som de Tord Gustavsen.
The Other Side (2018), o seu mais recente trabalho, representa o regresso ao trio instrumental, e alia a subtileza e aparente simplicidade característica do jazz escandinavo – que tanto apaixonou o público no seu álbum de estreia – a ambientes harmónicos profundamente poéticos e meditativos. The Other Side apresenta sete composições originais de Tord em diálogo com os antigos hinos escandinavos e três impressionantes versões dos Corais de Bach, e tem sido descrito pela imprensa especializada como um álbum de “hinos hipnóticos” repleto de momentos de “absoluta beleza, gosto e originalidade”.
Ao longo de quase 20 anos de carreira, Tord tem recebido inúmeras distinções. Além do Grammy norueguês (Spellemannsprisen) e do Nattjazz, Tord foi também distinguido com os prestigiados CHOC criOcal (França), o Prémio Bell para o melhor Álbum de Jazz internacional (Austrália), Gravação do Mês na Stereophile Magazine (EUA), e o NOPAs Musikkpris para a Melhor Composição de Jazz.
O regresso do pianista norueguês a Portugal confirma-se com passagem por Castelo Branco.

‘Uma trilogia [que] poderia ser o documento de jazz mais essencial dos últimos anos. Sublime.’ The Independent
‘uma gravação de incrível beleza … atrai o ouvinte de maneira tão completa – fazendo-nos apreciar cada nota, cada pequeno gesto, no seu todo etéreo e cintilante … nada menos que mágico.’ Downbeat (4,5****)

_

M/06

Entrada: €8,00
Uso de máscara obrigatório